Palestras e treinamentos

Resultado de imagem para cevap botucatu Resultado de imagem para cevap botucatu

 

PALESTRAS, AULAS E TREINAMENTOS

 

Palestras e treinamentos

O CEVAP oferece palestras, aulas teórico-práticas e treinamentos sobre Biologia, Identificação e Acidentes por Animais Peçonhentos para grupos de funcionários de empresas e órgãos públicos, bem como para estudantes e profissionais de outras universidades. Essas atividades podem ser realizadas no CEVAP ou na própria instituição.

Programa de Aprendizagem e Treinamento (PRAT)

O CEVAP oferece treinamentos técnicos a estudantes e profissionais de diferentes áreas, do Brasil e do exterior.

Agendamento e informações: cevap@cevap.unesp.br

1-Programa de Aprendizagem e Treinamento em “Acidentes por animais peçonhentos”

Conteúdo programático:
01. Serpentes:
– histórico do ofidismo no Brasil
– biologia e classificação de serpentes
– epidemiologia dos acidentes ofídicos
– patogenia, quadro clínico e diagnóstico dos acidentes ofídicos
– tratamento e profilaxia

02. Aranhas:
– histórico
– biologia e morfologia de aranhas
– veneno
– aranhas de interesse médico
– epidemiologia dos acidentes por aranhas
– profilaxia

03. Escorpiões:
– histórico
– classificação, biologia e morfologia de escorpiões
– ecologia e reprodução de escorpiões
– epidemiologia dos acidentes por escorpiões
– ação do veneno
– quadro clínico
– tratamento e profilaxia

04. Abelhas e vespas:
– histórico da apicultura
– apicultura no Brasil
– africanização das abelhas
– biologia e características anatômicas de abelhas
– acidentes por abelhas e vespas
– ações do veneno
– quadro clínico
– manifestações clínicas alérgicas e tóxicas
– complicações e tratamento

Descrição das atividades:
Modalidades:
A: 6 meses (480 hs/aula) ou
B: 3 meses (240 hs/aula) ou
C: 1 mês (80 hs/aula)

01. Identificação de diferentes espécies de animais peçonhentos por características individuais recebidos no CEVAP (A, B. C)
02. Monitoria de visitas no Serpentário do CEVAP (A, B. C)
03. Acompanhamento de possíveis acidentados por animais peçonhentos atendidos no Hospital das Clínicas da UNESP-Botucatu (A e B)
04. Participação de discussões de casos clínicos no Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem (A e B)
05. Participação em pesquisas em desenvolvimento (A)
06. Reuniões científicas (A, B. C)

Critério de avaliação:
Avaliação prática (peso 4); 2. Avaliação escrita (peso 3); 3. Produção de trabalho científico (peso 3).

Equipamento de proteção:
1. Avental de mangas longas
2. botas de couro
3. perneiras de couro
4. luvas cirúrgicas

Nível de escolaridade:
Nível superior 3o grau completo ou incompleto – Biomedicina, Biologia, Farmácia Bioquímica, Veterinária, Enfermagem, Zootecnia.

2-Programa de Aprendizagem e Treinamento em “Serpentes brasileiras: biologia, manejo, venenos e produção de soro”

Conteúdo programático:
01. Filogenia e classificação das serpentes brasileiras:
– origem das serpentes
– características
– evolução das serpentes
– identificação das serpentes
– classificação e diversidade

02. Biologia das serpentes:
– anatomia das serpentes
– dentição das serpentes
– alimentação e dieta
– locomoção das serpentes
– reprodução das serpentes

03. Manutenção de serpentes em cativeiro:
– legislação de fauna
– coleta de material biológico
– clínica e manejo de serpentes

04. Produção de soros antiofídicos:
– soros antiofídicos
– princípios da soroterapia
– antígenos e adjuvantes
– tipos de soro
– controle dos venenos
– animais soroprodutores
– esquemas de imunização
– controle de qualidade

Descrição das atividades:
Modalidades: A: 6 meses (480 hs/aula); B: 3 meses (240 hs/aula) ou C: 1 mês (80 hs/aula)

01. Identificação de diferentes espécies de serpentes por características individuais, padrão de coloração e tipos de dentição recebidas no CEVAP
02. Monitoria de visitas no Serpentário do CEVAP
03. Manejo de serpentes utilizando diferentes tipos de contenção
04. Acompanhamento de extração de veneno por técnicos especializados
05. Participação em pesquisas em desenvolvimento
06. Reuniões científicas

Carga horária semanal:
20 horas

Critério de avaliação:
1. Avaliação prática (peso 4); 2. Avaliação escrita (peso 3); 3. Produção de trabalho científico (peso 3).

Equipamento de proteção:
1. Avental de mangas longas
2. botas de couro
3. perneiras de couro
4. luvas cirúrgicas

Níveis de escolaridade:
Nível superior 3o grau completo ou incompleto – Biomedicina, Biologia, Farmácia Bioquímica, Veterinária, Enfermagem, Zootecnia.

3-Programa de Aprendizagem e Treinamento em “Métodos analíticos para o estudo de macromoléculas”

Conteúdo programático:
– Bioquímica de macromoléculas: relembrando conceitos e fundamentos
– Ferramentas analíticas x estudo de macromoléculas
– Métodos de preparação de amostras para análise proteômica e peptídômica
– Purificação de amostras complexas através de métodos cromatográficos (HPLC e FPLC)
– Eletroforese Bidimensional e eletrotransferência e imunodetecção
– Digestões enzimáticas ou hidrólise de macromoléculas em solução e in gel
– Química Degradativa de Edman e Sequenciamento peptidico
– Espectrometria de massas: princípios básicos e avançados: qualitativa e quantitativa
– Espectrometria de massas por imagem ou MALDI Imaging
– Bioinformática proteômica: como a informática auxilia na identificação de macromoléculas

Descrição das atividades:
– Auxiliar na organização laboratorial
– Preparar tampões/soluções utilizadas nos experimentos científicos
– Auxiliar na coleta de sangue de animais
– Separar soro/plasma do sangue coletado por centrifugação
– Preparar as amostras/extrair proteínas do soro/plasma dos animais
– Realizar experimentos de eletroforese bidimensional, cromatografia liquida, digestão enzimática, espectrometria de massas, Sequenciamento peptídico por Química Degradativa de Edman
– Participação de discussões de casos clínicos no Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem
– Participação em pesquisas em desenvolvimento
-Reuniões científicas

Duração do programa:
No mínimo seis meses.

Carga horária semanal:
40 horas

Número de vagas:
No máximo 5 (cinco)

Critério de avaliação:
1. Avaliação prática (peso 4); 2. Avaliação escrita (peso 3); 3. Produção de trabalho científico (peso 3).

Equipamento de proteção:
1. Sapatos fechados; 2. Avental de mangas longas; 3. Máscaras descartáveis; 4. Touca, quando necessário; 4. Óculos de proteção.

Níveis de escolaridade:
Nível superior completo – Biomedicina, Biologia, Farmácia Bioquímica, Medicina Veterinária, Enfermagem, Zootecni