Infraestrutura

A infraestrutura do Curso de PG DT é bastante ampla e diversificada e isto é um reflexo do seu corpo docente que inclui médicos, biomédicos, biólogos, veterinários e farmacêuticos como orientadores. Na FMB o programa conta com área específica que é o Laboratório de Pesquisa de Doenças Tropicais e com toda a infraestrutura da FMB. O Laboratório de Pesquisa de Doenças Tropicais é constituído por cinco áreas: Biotério, Micologia Médica, Parasitologia, Imunologia e Biologia Molecular. A FMB conta com um Complexo de Pesquisa que integra todas as unidades e recursos destinados à pesquisa básica, translacional e clínica. Integram este complexo a Unidade de Pesquisa Clínica (UPECLIN), o Hospital das Clínicas (HC), a Unidade de Pesquisa Experimental (UNIPEX), o Escritório de Pesquisa e os comitês de ética em pesquisa humana e experimental. A UPECLIN possibilita a realização de estudos de fase I, II, III, e IV, nacionais e internacionais, nas diferentes áreas.  A FMB conta ainda com uma Comissão de Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (CCIRAS) e com um Serviço de Ambulatórios Especializados (SAE) de Infectologia “Domingos Alves Meira”, dedicado especialmente ao acompanhamento e tratamento dos pacientes infectados com HIV.  A PG DT tem docentes envolvidos nestes serviços e pode programar a inclusão dos pacientes atendidos nos projetos propostos.

Todos os pesquisadores do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (CEVAP) fazem parte da PG DT. Este centro conta com área física e parque de equipamentos próprios os quais estão, entretanto, disponíveis para todos os integrantes da PG DT.

Vários laboratórios e outras facilities da Faculdade de Medicina Veterinária (UNESP, Botucatu), do Instituto de Biociências (UNESP, Botucatu) e do Instituto Lauro de Souza Lima (Bauru), estão disponíveis para a execução dos projetos de pesquisa do Programa de PG DT.