Banco de Teses

 

 

2011, Airton Lourenço Junior, Variação sexual, ontogenética e ambiental do veneno de Crotalus durissus terrificus da região de Botucatu – São Paulo: Caracterização enzimática, bioquímica e farmacológica.

 

Alisson Teixeira Buchi. PURIFICAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO, CRISTALIZAÇÃO E MODELAGEM
MOLECULAR TEÓRICA DA FRAÇÃO GIROXINA DO VENENO DE
Crotalus durissus terrificus (Laurenti 1768)

 

Renato Pavan Andrelini. EMPREGO DA SÍLICA NANOESTRUTURADA SBA-15 COMO ADJUVANTE NO PROCESSO DE IMUNIZAÇÃO DE OVINOS JOVENS COM VENENO DECrotalus durissus terrificus TOTAL E IRRADIADO COM COBALTO 60.

 

Rui Seabra Ferreira Junior. AVALIAÇÃO DA RESPOSTA HUMORAL E DA CAPACIDADE DE
NEUTRALIZAÇÃO DO SORO DE CAMUNDONGOS SWISS INOCULADOS COM
VENENOS NATIVO E IRRADIADO COM COBALTO-60 DE SERPENTES Crotalus
durissus terrificus, Bothrops jararaca, Bothrops jararacussu
E Bothrops moojeni

 

Rui Seabra Ferreira Junior. Comparação da resposta imune humoral, da capacidade de neutralização dos soros anti crotálicos produzidos por ovinos jovens, avaliação clinica e ponderal entre animais inoculados com veneno de serpente Crotalus durissus terrificus nativo ou irradiado com Cobalto-60

 

Michelle Vanessa Campagner. Manejo de serpentes em cativeiro: manejo clínico-sanitário e avaliação da microbiota

 

Luciana Curtolo de Barros. Atividade coagulante e da toxicidade da giroxina nativa e irradiada com Cobalto-60 isolada do veneno de Crotalus durissus terrificus.

 

Melissa Gaste Martinez. Histórico alimentar das serpentes Crotalus durissus terrificus pela análise do isótopo do carbono-13 (d13C) no guizo.

 

Márcia Aparecida Nuevo Gatti. TRATAMENTO DE ÚLCERAS VENOSAS COM ADESIVO
CIRÚRGICO DERIVADO DO VENENO DA SERPENTE